segunda-feira, 16 de julho de 2012

CONSEG OFERECE R$ 5 MIL PARA QUEM INDICAR ASSASSINO DE BEATRIZ

Nesta terça-feira (17), o crime bárbaro que matou a menina Beatriz Pacheco, de 10 anos, em Sarandi, completa um mês. Desde então, a Polícia Civil prendeu dois homens pelo crime, um deles com grande indício de envolvimento, segundo o delegado José Maurício de Lima. O resultado dos exames de DNA que concluirão se os detidos são culpados pelo crime devem ser divulgados a partir desta quarta-feira (18).
 No caso dos exames inocentarem os suspeitos, o Conselho de Segurança (Conseg) de Sarandi anuncia que irá oferecer uma recompensa de R$ 5 mil para quem indicar o nome do homem que estuprou e matou Beatriz. O dinheiro foi arrecadado com empresários do município e pode chegar a R$ 10 mil, pois, segundo a diretoria da entidade, outros interessados já se ofereceram para ajudar.
 "É um auxílio muito bem-vindo, uma vez que após a prisão do último suspeito, caiu muito o número de denúncias, o que nos preocupa, pois a nossa base de investigação são as informações das pessoas", fala o delegado Lima.

Exame

O exame de DNA será realizado com base em vestígios colhidos das partes íntimas de Beatriz. "O material será comparado com o que retiramos dos suspeitos", explica o delegado. Ele fala que o índice de confiabilidade do exame chega perto dos 100%.
Em recente entrevista, a família de Beatriz reclamou da demora para sair o resultado do exame. Lima afirma, no entanto, que mesmo em laboratórios particulares a conclusão só é divulgada após 30 dias. As amostras genéticas foram enviadas para Curitiba para confrontação no início de julho, logo após o último suspeito ser detido.




FONTE: O Diário

0 comentários:

Postar um comentário